Saltar navegação. Ir directamente ao conteúdo principal

A MINHA PENSÃO RESPONDE

Está em:

  1. Inicio
  2. Site
  3. Artigo

A utilidade de diversificar a poupança para a reforma

Na planificação da reforma, tal como em outros objectivos de poupança, diversificar traz bastantes benefícios. Vamos analisar quais são.

Tempo de leitura: 3 minutos

Partilhar

Imprimir
A utilidade de diversificar a poupança para a reforma

Um dos princípios básicos em que deve basear-se uma boa planificação da poupança é a diversificação. Certamente que todos já ouvimos alguma vez uma expressão popular que, de uma maneira muito clara e concisa, se refere à vantagem de “não colocar todos os ovos no mesmo cesto”.

Falando de poupança, o princípio é o mesmo: distribuir os nossos activos em diferentes soluções de poupança, como medida de segurança para evitar possíveis riscos. Obviamente, ninguém investe num produto com a intenção de ter um retorno negativo. Mas a verdade é que, especialmente nas opções de longo prazo, a poupança pode sofrer flutuações, e o impacto negativo de alguns dos investimentos será diluído se estes fizerem parte de uma carteira global com mais opções. Se os nossos investimentos estiverem concentrados numa única modalidade, o impacto será maior.

E quanto à poupança para a reforma?

No contexto da poupança para a reforma, sem dúvida, aplica-se a mesma lógica. É certo que o planeamento da reforma consiste, durante muitos anos da nossa vida activa, no objectivo de poupar a longo prazo (mais de três décadas, por exemplo, se começarmos a poupar nos primeiros anos da nossa vida profissional). Mas há muitas potencialidades e vantagens na diversificação desta poupança. Vejamos como:

a) Variedade de opções: Sendo os Planos Poupança Reforma (PPR) e os Fundos de Pensões os produtos mais indicados para a poupança para a reforma, por serem geridos com o objectivo de proporcionar um retorno a longo prazo, uma opção interessante é combinar vários produtos numa carteira de poupança para a reforma e assim diversificarmos o risco.

b) Produtos adaptados a todos os perfis de risco: Por sua vez, o leque de oferta em cada uma das diferentes modalidades tem aumentado consideravelmente. Encontramos, por exemplo, fundos de pensões com diferentes níveis de exposição a risco, de forma a que cada individuo possa efectuar as suas escolhas, tendo em conta o seu perfil.

Que estratégia adoptar?

Uma boa estratégia passa por combinar produtos com diferentes graus de risco, de forma a criar uma carteira diversificada e à medida do nosso perfil, tendo sempre em consideração o princípio básico da poupança para a reforma no que toca ao risco: nos primeiros anos poderá ser conveniente situar-se num perfil de risco mais dinâmico, pois o horizonte temporal até à reforma é grande, e posteriormente ir migrando de forma gradual para perfis mais moderados e conservadores, à medida que se aproxima da idade da reforma.

A diversificação, portanto, permite dissipar os riscos e criar uma carteira perfeitamente adequada às nossas necessidades.


Se gostou deste artigo, receba mais informação através da nossa newsletter

Quero subscrever a newsletter

Deixe o seu comentário

Utilize o formulário abaixo para nos dar a sua opinião. O endereço de e-mail é necessário para entrar em contacto consigo.

Condições de subscrição do serviço do Boletim/Newsletter

Os dados de natureza pessoal (Nome/e-mail) solicitados, serão tratados em conformidade com a Lei de Proteção de Dados Pessoais e utilizados exclusivamente com a finalidade de subscrição do serviço do Boletim/Newsletter, através do qual o utilizador autoriza o envio de notícias e novidades de interesse sobre as matérias cobertas pelo website.

Os referidos dados pessoais serão incorporados num ficheiro da responsabilidade do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (Portugal), S. A., que garantirá a sua correta utilização e a sua confidencialidade e salvaguarda, nos termos previstos na Lei n.º 67/98, de 26 de Outubro (Lei de Proteção de Dados).

Política de protecção de dados

Em cumprimento do disposto na Lei n.º 67/98, de 26 de Outubro (Lei de Protecção de Dados Pessoais), que estabelece o direito de informação dos titulares dos dados pessoais, informamos que os dados pessoais fornecidos serão incorporados num ficheiro informático, sob responsabilidade do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (Portugal), S. A., que garantirá a sua confidencialidade e segurança, com a finalidade exclusiva de subscrições da newsletter “A minha pensão”, através do website http://www.aminhapensao.pt

Poderá alterar ou suprimir o seu consentimento a qualquer momento, sem efeitos retroactivos, mediante comunicação por escrito para a direcção de correio electrónico que figura no final da presente nota.

Poderá exercer o seu direito de acesso, rectificação, cancelamento ou oposição ao tratamento dos seus dados pessoais nos termos estabelecidos na lei, através de contacto escrito com o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (Portugal), S. A., enquanto responsável pelo tratamento, através do endereço Av. Liberdade 222, 1250-148 Lisboa ou ainda usando o endereço de correio electrónico aminhapensao.pt@bbva.com.

Comentários

Carregando...

Ainda não há comentários