Saltar navegação. Ir directamente ao conteúdo principal

A MINHA PENSÃO RESPONDE

Está em:

  1. Inicio
  2. Site
  3. Artigo

O esgotamento do Fundo de Reserva da Segurança Social (espanhol): um imprevisto e uma oportunidade

Elisa Chuliá analisa o passado, presente e futuro do "mealheiro das pensões", comparando a experiência de vários países, e aprofunda-se no debate sobre sua iminente exaustão.

Tempo de leitura: 3 minutos

Partilhar

Imprimir
O esgotamento do Fundo de Reserva da Segurança Social (espanhol): um imprevisto e uma oportunidade

Em Espanha, o Fundo de Reserva da Segurança Social (FRSS) acumulou, no final de 2016, 15.195 milhões de euros, 1.7 vezes a folha de pagamento das pensões do regime contributivo relativas a fevereiro de 2017. Durante o quinquénio 2012-2016, o Governo retirou mais de 50.000 milhões de euros deste fundo para cumprir os compromissos pontuais e de pagamento integral das pensões do regime contributivo.

A evolução do FRSS mostra as dificuldades de prever a evolução financeira da Segurança Social e os riscos dos excessos de otimismo em relação ao volume de contribuições feitas para o sistema. Atualmente, o FRSS apresenta um saldo de aproximadamente 1,4% do PIB (15.915 milhões de euros) e estima-se que possa extinguir-se entre 2017 e 2018.

O debate político sobre o Fundo de Reserva

Esse debate contribuiu para que todos tivessem uma melhor consciência do crescente gasto da Seguridade Social como resultado de mudanças demográficas e a vulnerabilidade financeira do sistema a choques no mercado de trabalho.

A existência de um fundo de reserva não é uma condição necessária para garantir a sustentabilidade financeira de um sistema de pensões. De facto, uma grande parte dos sistemas de pensões públicos europeus carece de fundos de reserva (apenas 23 países na OCDE têm um e destes, apenas oito fazem parte da União Europeia: Suécia, Finlândia, França, Bélgica, Espanha, Portugal, Polónia e Bulgária). Portanto, o esgotamento do FRSS não deve ser temido. As pensões continuarão a ser financiadas pela Segurança Social, cujos rendimentos provirão, como até agora, das contribuições dos membros e das contribuições dos Orçamentos Gerais do Estado.

A criação de um novo FRSS em Espanha não teria sentido enquanto a Segurança Social não gerasse excedentes recorrentes de contribuições e enquanto o défice público estivesse acima do limite permitido pelas instituições europeias. Em qualquer caso, se for constituído, deve ser projetado melhor do que o atual, levando em conta as boas práticas que foram consolidadas em outros sistemas com fundos de reserva e tentando garantir a independência política na gestão de ativos.

Leia o documento na íntegra "O esgotamento do Fundo de Reserva da Segurança Social (espanhol): um imprevisto e uma oportunidade” PDF (0,3 Mb)  

Subscrição do Boletim do Fórum de Especialistas

O Fórum de Especialistas do Instituto BBVA de Pensões publica mensalmente um Boletim, com as novidades mais relevantes em matéria de pensões e reforma. Subscreva o Boletim

Subscreva e receba agora o Boletim do Fórum de Especialistas

Recolhemos os seus dados pessoais (Nome / E-mail) com a finalidade de subscrição do serviço do Boletim/Newsletter, através do qual será informado sobre as novidades ou notícias de interesse sobre as atividades que realizamos.Os referidos dados serão incorporados num ficheiro sob a responsabilidade do BANCO BILBAO VIZCAYA ARGENTARIA, S.A. (doravante "BBVA").

Conservaremos os seus dados pessoais durante o período de vigência do serviço ou até que nos solicite o cancelamento do mesmo.

Motor de Busca do Fórum de especialistas

Data de publicação

Deixe o seu comentário

Utilize o formulário abaixo para nos dar a sua opinião. O endereço de e-mail é necessário para entrar em contacto consigo.

Recogemos tus datos de carácter personal (Nombre/E-mail) con la finalidad de hacer uso del servicio de Comentarios, dejándonos tu opinión personal. Os referidos dados serão incorporados num ficheiro sob a responsabilidade do BANCO BILBAO VIZCAYA ARGENTARIA, S.A. (doravante "BBVA").

Conservaremos os seus dados pessoais durante o período de vigência do serviço ou até que nos solicite o cancelamento do mesmo.

Comentários

Carregando...

Ainda não há comentários